25/02/15

Cookie Eita Lelê da Mônica


Lembram daquele evento da minha empresa, onde fiz uma Charlotte de limão deliciosa? Esqueci de comentar o taaanto de delícias que as outras pessoas levaram também. Assim que dei a primeira mordida, estes cookies foram imediatamente para minha "listinha de receitas para o blog". DELICIOSO!!!! Na verdade não é bem um cookie, é uma espécie de shortbread. Um bolo fino, com textura de biscoito. Surpreendentemente fácil de fazer e com um resultado maravilhoso. Esta receita veio de uma amiga querida, a Mônica. E o Eita lelê veio junto kkk. Receitinha do caderno da vó, tenho certeza. Lanço aqui um desafio para quem fizer esta receita: Comer um pedaço só!


Cookie Eita Lelê da Mônica

Ingredientes
1 xícara de açúcar (usei demerara)
1 xícara de farinha de trigo
1 xíacara de aveia em flocos finos
1 xícara de margarina fria (de boa qualidade)
1 ovo
1 colher de chá de essência de baunilha
1 barra de chocolate meio amargo picado (150g)

Preparo
Misture todos os ingredientes secos em uma tigela. Junte a margarina, os ovos, a essência e misture tudo até ficar homogêneo, sem bater demais (usei a batedeira planetária). Por último, incorpore o chocolate picado. Numa fôrma grande untada e enfarinhada, espalhe a massa e deixe com a espessura de um dedo. Não tem problema se não cobrir toda a fôrma. Leve à geladeira por uns 30 minutos. Preaqueça o forno a 180/200° e asse por cerca de 30 minutos, ou até começar a dourar. Ainda quente, corte com uma faca os quadradinhos sem tirá-los da fôrma. Eles ainda estarão moles mas vão endurecer quando esfriarem.

Pulo do gato: Você pode misturar outros ingredientes ao cookie e deixá-lo do jeito que você gosta: nozes picadas, castanhas, passas, canela, granola...

21/02/15

Hambúrguer com Bacon e Molho de Mostarda e Mel


Final de semana é sempre de gordice. Não tem como não ser. Aqui em casa nunca conseguimos manter a dieta de sábado e domingo. Nossa estratégia é manter uma alimentação mais equilibrada durante a semana e no FDS, escolher dois pratos mais "pé na jaca" para preparar. Fazia um tempão que eu namorava a ideia de fazer hambúrguer em casa. Me arrependo amargamente por todos os dias que passei sem preparar esta delícia. Sério gente! Sabe aqueles hamburgões daquelas lanchonetes "tops" que cobram uma fortuna por cada lanche? Então, esse aqui é MUITO MELHOR. Nem pense em comparar esses hambúrgueres com aqueles comprados numa caixinha congelados, finos e cheios de coisas que nem imaginamos o que são. Estes daqui são do tipo "gourmet" como está na moda dizer, mas com um plus de que você prepara em casa, com ingredientes que você conhece e por uma fração do preço que é cobrado nas lanchonetes. Os ingredientes básicos são bem simples: um bom pão, alface, tomate e carne moída de boa qualidade. Na minha receita usei acem, mas já vi com patinho, fraldinha e uma mistura de tudo isso em proporções de carne e gordura meio complicadas. Escolhi o acem porque pelo que pesquisei, é uma das mais equilibradas neste blend. A versão que vou apresentar para vocês tem um acréscimo, o bacon moído, o que deixou esse hambúguer matador! Um vídeo que me ajudou muito foi este aqui abaixo.



Ele ensina um truque super legal para compactar a carne e os hambúrgueres não desmancharem na hora do preparo. Basta jogar de uma mão para outra a porção de carne como se fosse uma bola de beisebol. Parece bobo, mas esse truquesinho faz toda a diferença. As batatinhas rústicas que acompanharam meu hambúrguer são bem fáceis de fazer. Cortamos as batatas em quatro com a casca mesmo e cozinhamos em água salgada até ficarem macias. Secamos e levamos à geladeira até ficarem bem frias. Depois é só fritar em óleo quente até ficarem douradas. Misturei sal e um mix de ervas secas para dar um toque final. PERFEITAS para acompanhar os lanches. Macias por dentro e crocantes e douradas por fora. Olhem para as fotos e me digam se esse hambúguer com fritas não ficou digno da melhor hamburgueria da cidade!





Hambúrguer com Bacon e Molho de Mostarda e Mel

Ingredientes
Hambúrguer
550g de carne moída (usei acem)
200g de bacon moído

Sal e pimenta do reino moída na hora

Molho mostarda e mel
4 colheres de sopa de mostarda de boa qualidade
3 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de vinagre balsâmico
1 colher de chá de azeite de oliva

Queijo cheddar
Bacon em fatias finas (ou redondas como os meus, procure no mercado)
Alface e tomate

Preparo
Molho: Misture bem todos os ingredientes e reserve na geladeira até servir.
Hambúrguer: Misture bem a carne com o bacon. Separe em quatro porções. Agora vem a parte divertida. Sabe quando os jogadores de beisebol ficam jogando a bola de uma mão para outra antes de fazer uma jogada? Você vai fazer isso com cada porção de massa por uns dois minutos. Isso serve para compactar bem a carne e ajuda muito na hora de moldar os hambúrgueres. Eles vão ficar perfeitos e não vão se soltar ou abrir quando você for grelhá-los. Reserve-os na geladeira.
Passe manteiga em todas as metades dos pães e grelhe na frigideira até dourar. Frite também o bacon e escorra em papel toalha. Eu ligo o forno por uns 5 minutos, desligo e mantenho o pão e o bacon lá dentro para eles se manterem quentinhos.
Tempere os hambúrguerres dos dois lados com uma boa pitada de sal e pimenta do reino moída na hora. Utilize uma frigideira, chapa ou bistequeira (a que usei) com um fio de azeite para grelhá-los. Como a minha era grande, eu coloquei os quatro de uma vez. O ponto fica a seu critério, só tome cuidado para não fritá-los demais. Eu gosto bem ao ponto. Uma dica importante é não furá-los quando estiverem no fogo, senão todo o suco da carne (que vai dar a suculência no seu hambúrguer) vai embora. Se você quiser, coloque uma porção de azeite ou manteiga derretida em cima dos hambúrgueres ao virá-los, isso vai ajudar a manter a suculência também. O segredo para o queijinho derretido como o da foto é bem simples: Coloque duas fatias de queijo em cima do hambúrguer (a frigideira deve estar bem quente), jogue algumas gotas de água na frigideira e cubra com uma tampa imediatamente. O vapor vai derreter o queijo rapidinho. Para montar, ajeite uma folha de alface sobre o pão, coloque o hambúrguer com o queijo, o bacon, uma colher de molho de mostarda, uma fatia de tomate e feche com a outra metade do pão. Sirva imediatamente


Pulo do Gato: É importante temperar a carne apenas na hora de fritar. Vai se formar bastante líquido na frigideira. Eu descarto esse líquido quando os hambúrgueres estiverem quase finalizando, para não ficararem com um aspecto de cozidos. Na hora de fazer aquele macete com o queijo, eu gosto de tirá-los da frigideira e colocá-los individualmente em uma outra menor.

11/02/15

Capelletti ao Pesto com Tomatinhos Cereja


Eu fico abismado quando alguém me fala que não gosta de macarrão. Para mim é um dos pratos mais gostosos, simples e versáteis que existem. Quer seja massa curta, massa longa ou massa recheada, adoro de todo jeito. Fui provar molho pesto a pouco tempo atrás. Originalmente este tipo de molho é feito com pinoli e queijo pecorino, mas este mais simples, com nozes e parmesão fica tão delicioso quanto. Ja fiz uma versão improvável com salsicha que também ficou ótima. Esta receita veio num livrinho que ganhei no último encontro gourmet da Forno de Minas, divulgando as massas Mama D'Alva (que por sinal foi a que usei). Esta é a de carne, mas a versão de calabresa com alecrim é da pontinha da orelha. Se nao tiver capelletti, pode usar qualquer tipo de massa que garanto que ficará delicioso.


Capelletti ao Pesto com Tomatinhos Cereja
(Receita da Mamma D'Alva)

Ingredientes
Pesto
1 dente de alho
1 punhado generoso de manjericão fresco
100g de nozes (ou outra castanha de sua preferência)
100g de parmesão fresco ralado
200ml de azeite extravirgem
Sal a gosto

10 tomatinhos cereja partidos ou meio
Azeite, sal e pimenta do reino moída a gosto

300g de capelletti de carne cozido conforme instruções da embalagem

Preparo
Num pilão, amasse o alho com uma boa pitada de sal. Acrescente as folhas e macere até formar uma pasta verde. Junte o azeite, o queijo e as nozes (separe algumas para decorar o prato se desejar) e misture mais um pouco. Frite levemente os tomatinhos com um fio de azeite, sal e pimenta. Envolva o molho pesto na massa, acrescente os tomatinhos grelhados, salpique algumas nozes esmigalhadas e sirva a seguir.

Pulo do Gato: Você pode trocar as nozes por outra castanha que desejar. Este molho é tão gostoso que recomendo você fazer o dobro e deixar num vidrinho na geladeira. Neste caso, cubra com azeite e use em até uma semana.

31/01/15

Brigadeirão


Ainda estou na onda do brigadeiro por aqui. Depois daquele bolo lindo, mais uma sobremesa inspirada neste doce tão brasileiro. Eu já havia feito brigadeirão antes, que também tinha ficado muito bom. Esta é uma versão um pouco mais simplificada. Um doce simples que com certeza vai agradar a maioria das pessoas. Como este é mais puxado para o amarguinho por causa do cacau, você pode servir com uma bola de sorvete, por exemplo, que vai ficar uma delícia. A cara da sobremesa de fim de semana.


Brigadeirão

Ingredientes
1 lata de leite condensado
1 caixa de creme de leite
1/2 xícara de leite
1 colher de sopa de manteiga (ou margarina)
1/2 xícara de cacau em pó
5 colheres de sopa de açúcar

Chocolate granulado para enfeitar

Preparo
Bata tudo no liquidificador e despeje em uma fôrma plástica com furo central (ou de vidro) untada com manteiga. Cubra com plástico filme, faça alguns furos com uma faca e leve ao microondas em potência alta por 10 minutos. Deixe descansar até amornar. Desenforme, cubra com chocolate granulado e leve a geladeira até a hora de servir.

Pulo do Gato: Se não tiver cacau em pó você pode trocar por 3/4 de xícara de chocolate em pó ou 1 xícara de achocolatado de boa qualidade, em ambos os casos diminua o açúcar para umas 2 ou 3 colheres apenas. 

20/01/15

Charlotte de Limão


No finalzinho do ano passado, minha empresa fez uma ação bem legal com os funcionários. Todos fomos encorajados a cozinhar um prato interessante e levar para uma confraternização. O mais legal de tudo foi, além de comer tanta coisa deliciosa, poder conhecer melhor as pessoas de outros departamentos e ter nossas receitas transformadas em um eBook disponível para todos. Fiquei semanas pensando em que receita poderia fazer para este evento e acabei me decidindo por essa linda charlotte de limão, que foi inspirada num Bolo Sorvete de Limão da multimaravilhosa Dani Noce (quem não conhece clica no link NOW). Minha versão é um pouco mais simples, só coloquei as bolachinhas champanhe nas laterais para poder dar esse nome mais chique kkkk. Espero que gostem porque no evento ela acabou em exatos 8 minutos (!).


Charlotte de Limão

Ingredientes
1 Embalagem de bolo pronto sabor limão
O necessário para fazer o bolo conforme instruções da embalagem (geralmente 3 ovos, 2/3 de xícara de leite e 3 colheres de manteiga)

2 latas de leite condensado
1 caixinha de creme de leite (200g)
1 copo de iogurte natural (170g)
2 claras batidas em neve
1 envelope de gelatina incolor sem sabor
1 pacote de biscoitos champanhe (300g)
Suco de 4 ou 5 limões
Raspas destes limões

Preparo
Utilize uma fôrma de fundo falso ou aro removível e faça o bolo conforme as instruções da embalagem. Reserve até esfriar. Misture o leite condensado, o creme de leite e o iogurte. Acrescente o suco de limão, metade das raspas e mexa com uma colher ou fouet até misturar bem. Dissolva a gelatina conforme instuções da embalagem e acrescente ao creme. Delicadamente, junte as claras em neve. Reserve. Retire o bolo da fôrma e corte uma tampa de modo que ele fique bem nivelado (ele deve estar frio). Volte com ele para a fôrma, cubra com o creme e leve à geladeira por umas quatro horas ou de um dia para o outro. Na hora de servir, retire a charlotte da fôrma, decore as laterais com a bolacha champanhe e salpique o restante das raspas de limão por cima. Passe uma fita de cetim ou decorada em volta para dar o toque final.

Pulo do Gato: Esta receita fica melhor se feita de um dia para o outro. Você pode trocar o limão por suco concentrado de maracujá. Para a cobertura, leve ao fogo a polpa de um maracujá, uma colher de sopa de água e uma de açúcar. Deixe esfriar e cubra a torta.