01/07/15

"La Bête Noire" ou o bolo de chocolate mais escandaloso que já comi



Você gosta de chocolate? Se a resposta for sim então definitivamente você não pode deixar este mundo sem comer este bolo. A receita veio de um blog que gosto muitíssimo, A Cozinha Coletiva do Richie (se não conhece, peloamordedeus corre lá). La Bête Noire, ou A Besta Negra, tem esse nome provavelmente devido ao chocolate, que originalmente é amargo, na receita. Como não sou muito fã de chocolate muito amargo, resolvi trocar pelo meio amargo que, pra mim, já é bem forte. Posso dizer com toda a sinceridade do mundo, que este bolo foi o mais intenso que já comi na vida. Parece uma explosão de chocolate. Deve ser servido, obrigatoriamente, com uma boa bola de seu sorvete favorito. O doce do sorvete contrasta perfeitamente com o sabor intenso do bolo. Se você ama chocolate, ou quer agradar algúem que ama, então esta receita é perfeita para você. Um dos melhores (se não o melhor) bolo de chocolate que já comi na vida.


"La Bête Noire"
Ingredientes
Bolo
1 xícara de água
3/4 de xícara de açúcar
150g de manteiga sem sal em pedaços
550g de chocolate meio amargo
6 ovos

Ganache
300g de creme de leite (usei de caixinha)
250g de chocolate meio amargo

Preparo
Bolo: Leve a água e o açúcar ao fogo e ferva por 5 minutos. Desligue e reserve. Em uma panela grande, derreta a manteiga em fogo baixo e misture o chocolate picado até derreter tudo. Desligue a panela e acrescente a calda de açúcar, mexendo bem. Junte os ovos um a um, misturando com um fouet após cada adição. Coloque essa massa em uma fôrma de 23cm, de fundo falso, untada com manteiga. Embrulhe o fundo da fôrma com 3 folhas de papel alumínio e leve em banho maria (com a água já quente) ao forno preaquecido a 180° por 50 minutos, até que o bolo fique firme, porém com o centro levemente mole. Retire do banho maria e deixe esfriar completamente.
Ganache: Esquente o creme de leite até começarem a sair fumacinhas, porém sem ferver. Jogue de uma vez sobre o chocolate e deixe descansar por um minuto. Misture suavemente até que a ganache fique uniforme. Espalhe essa cobertura sobre o bolo frio, ainda na fôrma. Leve à geladeira por pelo menos 2 horas. Desenforme na hora de servir e acompanhe com uma bola de sorvete de creme.

Pulo do Gato: Se gostar MUITO de chocolate amargo, utilize um com teor acima de 50% cacau. Eu usei creme de leite de caixinha mas você pode usar o fresco ou o de lata (balance a lata para que o soro e o creme se misturem antes de usar).

16/06/15

Coxinha de Milho e Recheio de Frango com Cheddar


Que brasileiro resiste a uma coxinha fresquinha, crocante e quentinha? Por isso este salgado faz tanto sucesso com os gringos. Aqui em casa adoramos e qualquer motivo é pretexto de experimentar uma nova receita desta delícia. Elas já apareceram no blog em versão tradicional de frango e com massa de mandioquinha e carne louca. Resolvi testar uma versão com massa de milho, para aproveitar o clima junino do mês. O resultado ficou bem evidente pelas fotos não é? Massa delíciosa, recheio cremoso *_*. Uma tentação a cada mordida. 


No último domingo participei de um encontro maravilhoso com várias amigas blogueiras. Passamos uma tarde incrível, regada a muita comida e muuuuitas risadas. O tema do piquenique era Festa Junina e eu levei uma coxinha com massa de mandioquinha e recheio  de frango cremoso. Foi um dia inesquecível que, com certeza, repetiremos muito em breve ;)

(Foto by Ana Carol do MyFlavors)

Coxinha de Milho e Recheio de Frango com Cheddar

Ingredientes
Recheio
1 peito de frango cozido com sal e alho
100g de requeijão sabor cheedar
1 cebola pequena picada
4 dentes de alho picados
sal, pimenta do reino e cheiro-verde a gosto

Massa
1 e 1/2 xícara de caldo do frango
3/4 xícara de leite
1 lata de milho (s/ água)
1 colher de sopa de azeite
1 xícara de farinha de milho
2 xícaras de farinha de trigo 

Água gelada e farinha de rosca para empanar

Preparo
Recheio: Frite o alho e a cebola em um fio de azeite. Junte o frango e tempere com pouco sal, pimenta e cheiro-verde. Desligue o fogo e acrescente o requeijão. Acerte o sal se necessário e reserve.
Massa: Bata no liquidificador o milho, o caldo do frango e o leite. Passe por uma peneira. Leve este líquido ao fogo com o azeite até ferver. Junte as farinhas de uma vez e mantenha em fogo brando, mexendo sempre com uma colher de pau até desgrudar do fundo da panela. Coloque a massa num prato, cubra com filme plástico e espere esfriar.
Montagem: Recheie porções de massa com uma colher de frango moldando como uma coxinha. Mergulhe rapidamente pela água gelada e em seguida passe na farinha de rosca. Frite em óleo quente, aos poucos, até dourar.

Pulo do gato: Para que as coxinhas fiquem do mesmo tamanho, primeiro eu separo em bolinhas e depois modelo as coxinhas.

Abaixo, as coxinhas com massa de mandioquinha e recheio de frango cremoso que levei no Pic Nic.

02/06/15

Bombas de Doce de Leite


Com um belo pote de doce de leite que ganhei no último Encontro de Blogueiros de SP e Interior na dispensa, quebrei a cabeça pensando em qual seria a receita perfeita para usar essa delícia. Acabei me decidindo pela coisa que mais fez meus olhos brilharem: Bombas! Mas não aquelas sem graça das padarias, recheadas com um doce de leite rançoso. Bombas caseiras, com doce de leite de verdade e cobertas com chocolate meio amargo só para dar aquele contraste. Modéstia à parte ficaram INCRÍVEIS. Sabe quando bate aquela vontade desesperada de comer um doce, mas você não sabe bem qual? Depois dessa receita eu nunca mais tive, porque quando bate essa vontade, a única coisa que de que me lembro são dessas delícias aqui. Só não se esqueça de maneirar no exagero e convidar uma boa galera para ajudar a acabar com todas. São deliciosas, mas não podemos extrapolar. Se não conseguir, tente pelo menos não comer todas num só dia kkk.


Bomba de Doce de Leite

Ingredientes
1 e 1/2 xícara de água
100g de manteiga
1 e 1/4 de xícara de farinha de trigo
4 ovos ligeiramente batidos
1/2 colher de chá de essência de baunilha

300g de chocolate meio amargo picado
850g à 1 kg de doce de leite cremoso

Preparo
Leve a manteiga e a água ao fogo até ferver. Jogue de uma vez a farinha de trigo e mexa vigorosamente em fogo baixo até desgrudar do fundo da panela. Cubra com filme plástico em contato com a massa e deixe esfriar. Depois de frio, coloque na batedeira e acrescente os ovos aos poucos, batendo sempre. Junte a essência de baunilha. Coloque a massa num saco de confeitar. Você pode usar um bico de cerca de 1 centímetro ou fazer um corte no saco se ele for descartável (como eu fiz). Faça "tiras" de mais ou menos 8 centímetros em uma fôrma untada e enfarinhada. Deixe espaço entre cada uma, pois elas crescem bastante. Leve ao forno preaquecido 180/200° até começar a dourar (cerca de 20 minutos). Faça um corte em uma das pontas de cada bomba e volte-as ao forno por mais 10 minutos ou até ficarem bem douradas. Depois de esfriar, recheias com o doce de leite. Derreta o chocolate picado em banho Maria ou no microondas e banhe a parte de cima de cada bomba, mergulhando-as no chocolate com cuidado. Leve à geladeira por 15 minutos, até o chocolate endurecer.

Pulo do Gato: Você também pode fazer Carolinas com esta receita. Ao invés de tiras, faça bolinhas com o saco de confeitar. A massa cresce bastante então não seja como eu e não faça tiras com mais de um centímetro de largura. Vocês vão acabar com mega bombas como as minhas. O que por um lado, para gulosos como nós aqui em casa, não foi uma má ideia...

27/05/15

Creme de Ervilha, Bacon e Frango


Quando chega o friozinho, chega também a temporada de sopas. E olha que o frio nem está muito forte ainda. Mesmo assim, eu gosto bastante de caldos, cremes, sopas e afins, e sempre que pinta um climinha mais ameno, bate aquela vontade de comidinhas mais quentes. Sopa de ervilha é uma das minhas favoritas. Quando era pequeno, minha mãe fazia muito, só que ela ervilha seca. Gosto também, mas cozinhar ervilha na panela de pressão é uma chatice. Faz um monte de espuma e sujeira. Particularmente prefiro utilizar as congeladas. O sabor fica mais fresco e o trabalho é bem menor. Esta receita é totalmente comfort food. Super fácil de fazer e deliciosa. Se você é daqueles que não gostam de ervilhas (traumatizado pelas ervilhas em lata) dê uma chance a esta sopa e experimente as ervilhas congeladas. O sabor é totalmente outro e você pode se surpreender bastante.


Creme de Ervilha, Bacon e Frango

Ingredientes
300g de ervilhas congeladas
2 batatas doces pequenas
300g de peito de frango cozido com sal e desfiado
200g de bacon em cubos pequenos
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
1/2 xícara de cheiro-verde picado
Sal, pimenta e temperos a gosto

1 copo de iogurte natural
3 colheres de sopa de requeijão cremoso

Preparo
Cozinhe a batata doce sem casca e picada com a ervilha em água salgada até ficar bem macia. Bata tudo no liquidificador e reserve. Refogue o bacon em um fio de azeite. Acrecente a cebola e o alho e frite mais um pouco. Junte o frango e o caldo batido. Acrescente a pimenta do reino e temperos a gosto. Deixe ferver, mexendo de vez em quando até apurar todos os sabores. Adicione mais ou menos água até ficar à seu gosto. No final, acerte o sal e acrescente o cheiro-verde picado. Para servir, misture o iogurte com o requeijão cremoso e sirva uma boa colherada sobre o creme de ervilha no prato.

Pulo do Gato: Você pode substituir a batata doce por outro tubérculo que preferir. Já usei batata, mandioquinha e mandioca e com todos fica ótimo.

21/05/15

Bolo de Fubá Cozido com Goiabada


Este bolo tem uma história engraçada. Uma conhecida do trabalho, que vendia bolos e outras delícias, levou certo dia um bolo de fubá com goiabada que foi paixão à primera vista. Testei diversas receitas em casa mas NUNCA ficava igual a dela. Cansado, implorei pela receita e ela depois de muuito custo kk acabou me dando. Na hora de fazer, qual não foi minha surpresa quando vi que era igualzinha a esta daqui que eu já trouxe para o blog kkkk. Fiz a receita de novo, agora com os cubinhos de goiabada, e este bolo virou o novo "bolo de cenoura" aqui de casa, ou seja a nova receita oficial preferida e mais pedida de todos os tempos. E olha que o marido detesta goiabada, vai entender. Voltando ao bolo, tinha me esquecido como a massa é molhadinha e fofinha. Na época que fiz o bolo pela primeira vez, o que me chamou atenção foi o modo de fazer inusitado, cozinhando o fubá no fogo como se fosse polenta e depois misturando aos ovos. O resultado é sensacional, um bolo consistente, leve e com os pedacinhos de goiabada por toda a massa. Adoro este bolo de paixão!


Bolo de Fubá Cozido com Goiabada

Ingredientes
2 xícaras de fubá 
2 xícaras de leite
1 e 3/4 xícara de açúcar
1/2 xícara de óleo
1 pitada de sal
4 ovos (gemas e claras separadas)
1 colher de sopa de fermento em pó

300g de goiabada cascão em cubos
2 colheres de sopa de farinha de trigo

Preparo
Misture o fubá, o leite, o açúcar, o óleo e o sal numa panela até dissolver. Leve ao fogo mexendo sempre, até engrossar e desgrudar do fundo da panela. Espere esfriar completamente. Na batedeira, bata o creme frio e acrescente as gemas uma a uma misturando bem. Junte o fermento e as claras batidas em neve com cuidado. Envolva os cubinhos de goiabada na farinha de trigo e separe-os bem uns dos outros, isso vai servir para que ele não afunde no forno. Coloque metade da massa em uma fôrma untada com manteiga/margarina e polvilhada com fubá, espalhe a goiabada e cubra com o restante da massa. Asse em forno preaquecido, 180/200º por 1 hora ou até o bolo estar corado e crescido.

Pulo do Gato: Deixe a massa esfriar completamente antes de misturar os outros ingredientes, isso é muito importante. Cubra com filme plástico aderindo à superfície para não criar aquela casquinha. Este bolo e um copo de leite gelado é tudo de bom!